Segunda-feira, 23 de Novembro de 2015

Falta de profissionalismo

Estou fula, a Soares & Mendonça vendeu um quadro avaliado entre €2000/3000 por €200, dizem que me enviaram uma carta e que como não respondi (não recebi carta nenhuma) foi a leilão por €200. O mais caricato é que a 1ª vez que foi a leilão licitaram-no por €1500 e a resposta deles para não o terem vendido é que eu não podia perder dinheiro...
São uns aldrabões, nunca mais lá meto nada, a sorte deles é eu não ter dinheiro, pois metia-lhes um processo, isto é uma terra de gatunos!

 
 
Foto de Batata Marisa Farinha Leitão.
Bichanado por: Luar às 15:34
link do post | Miar ou Rosnar: | favorito
| | partilhar
Quinta-feira, 15 de Outubro de 2015

Vários tipos de Amigas

6106026_9d0cd8104f.jpg

 

 

Ao longo da vida conhecemos vários tipos de amigas e amigos, as de uma noite divertida, as de circunstância, de trabalho, as amigas dos amigos, as de infância, as da do colégio, as das festas, dos jantares, e até as "amigas", de todas estas, umas ficam sempre por perto, mesmo que não falemos todos os dias sabemos que elas estão lá se precisarmos, embora algumas já nos tenham pregados umas partidas, outras são as que sabem sempre tudo sobre tudo e todos, têm sempre uma opinião, e nas costas dos outros vemos as nossas, mas não ligamos muito, pois todos temos defeitos, temos de seguida as amigas antigas, com quem nunca perdemos a ligação e sabemos com o que contar, mas as melhores de todas as amigas são as Amigas/Irmãs, não interessa há quanto tempo as conhecemos, pois o tempo não tem nada a ver com o tamanho desta amizade, é uma amizade maior do que que uma ligação familiar, tem uma cumplicidade, carinho, alegria, prazer em ver os outros felizes e em dar pelo prazer de dar que já é pouco comum, as Amigas/Irmãs estão ligadas por um elo invisível mas tão forte que se torna inquebrável, estão sempre connosco e têm sempre um sorriso, um abraço, um carinho ou apenas um olhar, fazem-me rir de alegria e chorar de felicidade pelo carinho recebido.

As minhas Amigas/Irmãs são uma das partes importantes da minha vida, estão no meu coração como a minha filha e netos, muitas vezes são o meu sol, acho que nem elas sabem o bem que me fazem.

Bichanado por: Luar às 16:12
link do post | Miar ou Rosnar: | favorito
| | partilhar

O que nunca te disse!

2cb205273b96717b00c250d9341c47e729b687e7.jpeg

 

 

Vi-te a 1ª vez numa discoteca da moda, da moda dos anos 70, desafiaram-me a pedir-te dinheiro para pagar uma coca-cola, eu como era meu costume, aceitei o desafio e deparei-me com o rosto mais bonito e com uns chamativos olhos azuis, brincaste comigo e deste-me o dinheiro, apontei o teu nº numa mala de couro que tinha, para to devolver mas a partir desse momento o meu coração ficou a mil...

Lembro-me de ti como se fosse hoje, dos cheiros, dos toques das gargalhadas, da maneira de vestir, mas principalmente do teu olhar, cheiro e toque, nunca haverá outro igual, mesmo com 40 anos passados, algumas coisas serão sempre juventude, amor...

Era miúda, muito jovem e fiquei toda bamba, liguei-te e vieste ter comigo, vestido de branco a dizer que eras o "homem dos gelados", fomos ao saudoso Londres, beber um batido e foi assim que começou uma das partes mais importantes da minha vida!

Foste o meu 1º homem, o homem dos meus sonhos, mas como sempre acontece na vida real não resultou, mas ficou sempre o carinho, hoje 40 anos depois continuo a tremer quando te vejo, mudámos muito, envelhecemos e engordámos, mas a atracção ficou cá.

A vida separou-nos mas quando nos reencontramos faz sempre "faísca" lembra-me o filme "Como água para chocolate", é mais poderoso do que a minha vontade, do que o meu querer, do que o teu. Perdemos-nos num mar de atracção, de carinho e o tempo volta para trás, sinto o teu cheiro, a tua mão tem o mesmo toque na minha pele, o teu "bafo" o choque que apanho quando te toco, está tudo lá, mas já temos filhos e netos que nos colocam amarras e responsabilidades, já não podemos ser nós, mas entre nós continuamos a ser o casal jovem que um dia se apaixonou e tenho pena que os nossos netos nunca venham a sentir o mesmo... Carinho vindo do passado!

Agradeço-te todos os sentimentos, todo o fulgor e embora estejamos separados por motivos da vida, serei sempre tua e serás sempre meu, obrigada por existires e fazeres parte da minha vida!

És da recordações mais carinhosas e ternas que tenho, por muito que o tempo passe nunca te esquecerei! Quando te olho nos olhos o tempo anda para trás, a tua voz traz-me mil e uma recordações... O teu cheiro, toque, sorriso, até mesmo o dodo de lavar os dentes. Efectivamente algumas coisas nunca se esquecem, ficam sempre connosco embora a vida mude, os casamentos se sucedam, os filhos apareçam, mas tem sempre uma parte de nós que será sempre o nosso 

Beijos mil

 

Luar

 

 

Ps: Nunca lerás isto, não tens ideia da importância que tiveste em mim. Estarás sempre no meu coração. Morrerei com isto guardado, mas pelo menos sei que amei e fui amada, mesmo que seja um dia distante e coberto por muros!

Bichanado por: Luar às 16:08
link do post | Miar ou Rosnar: | favorito
| | partilhar
Terça-feira, 21 de Outubro de 2014

São apenas objectos...

578537_367624666608416_159666184070933_1004641_158

  Foto retirada da net, não sei o autor.

 

 

Grande parte das pessoas não entende o "apego" a um simples objecto que pode até não ter valor, eu sou muito ligada a toda a "minha tralha", tralha que vem da minha trisavó, da minha infância, dos meus colegas de trabalho, viagens, filha e netos ou apenas um mero objecto que alguém me deu ou que tem uma história.

Na minha tralha, espalhada pelas paredes, armários e vitrines estão objectos que contam histórias, pequenos apontamentos do meu passado, da minha vida, da vida dos que me são importantes, até podem ser os prémios da gata, os post it que me deixaram no carro há mais de 20 anos, versos de um cravo de manjerico, versos num maço de tabaco, um bilhete de cinema, comboio ou mesmo uma rolha, os meus livros e bonecos de criança, tudo tem história, tudo me conforta quando me sinto perdida, desiludida, ou apenas a perder o rumo...

Neles está a minha infância, o que não me lembro é compensado por simples objectos como uma velha lata de bolachas de lata amarela que me lembra Luanda, os livros que li e que mais tarde li à minha filha e neta, são 3 gerações de memórias.

"Não devemos ficar agarrados ao passado", pois não, mas isso não impede que tenhamos um passado, que tenhamos recordações, uma música, um lugar, um cheiro ou a penas uma palavra, recordar é bom, e uma mulher sem passado é um ser vazio. Das más recordações felizmente só tenho memórias, afastei todos os objectos que me recordavam a dor, os momentos mais complicados, mas infelizmente já tive que me desfazer de várias coisas, com elas vai sempre um bocadinho de mim, do meu passado, ficam-me os cheiros e as imagens que essas ninguém mas tira, não são vendáveis, são só minhas e das pessoas com quem as partilho.

Costuma-se dizer que a vida dá muitas voltas, se dá, cada volta é para pior e chega-se a uma certa idade e passou, ninguém deu valor ao nosso trabalho, dedicação, apenas por poderem viram-nos as vidas do avesso, pegam em nós como de marionetas se tratassem e movimentam-nas a seu belo prazer ou então atiram-nas para um canto, onde ficam desengonçadas, tristes, sem alma a apanhar pó e ver a vida passar...

Falo muito, escrevo muito, tenho o coração ao pé da boca, mas sou verdadeira e como estas Luas são minhas, escrevo o que me apetece, o que me vai na alma, este lugar já foi o meu refúgio várias vezes e cada vez acho mais que é preferível alunar que desabafar com os outros.

Na esperança que as minhas coisas tenham ido parar a boas mãos e que a minha bisavó, avó e mãe não estejam muito zangadas, dou por finda este relambório de mágoas.

 

Como diria o outro: É favor de serem felizes!

 

 

 

Luar

 

Se tem erros é problema meu, ninguém mos paga....

 

Bichanado por: Luar às 14:09
link do post | Miar ou Rosnar: | ver comentários (2) | favorito
| | partilhar
Sábado, 18 de Outubro de 2014

O máximo!!!

https://www.facebook.com/video.php?v=692959944089382

 

 

Este Sapo complica tudo, ter um Blog era tão fácil agora é preciso um curso superior, que chatos, ainda por cima não respondem aos e-mails!!

 

Rena Doida estou à tua Espera!!!!

Bichanado por: Luar às 22:19
link do post | Miar ou Rosnar: | favorito
| | partilhar
Domingo, 20 de Abril de 2014

Rena Doida

 

 

Querida Rena Doida,

 

Sei que não é Natal e que as renas não põem ovos da Páscoa, mas esta Luar sente a tua falta, a nossa amizade, os passeios, os copos, as idas ao supermercado (o teu carrinho era uma vergonha), os banhos de mar em Quarteira, a varanda a "auto estrada de Marrocos", aquele Gremlin especial, que por ti teria vido o de quase 1m de altura, a tua eterna árvore de Natal, as nossas conversas, o que me ajudaste e a tua Mãe, quando foi da Isa, a tua ajuda quando foi do outro parvalhão, colchão para cá e para lá....

 

A vida deu voltas, e muito grandes, mas tenho saudades da gata Matilde, de "uma noite estrelada pode dar numa noite mexida", da tua amiga que insultou o meu gato e pintou as unhas com o meu verniz, do teu esparguete especial, de tanta coisa....

 

Espero que leias isto, pois eu mudei e mais uma vez a vida passou-me por cima, mas tu serás sempre a mesma Rena Doida, faças o que fizeres, inventa  as desculpas todas, mas não existe nenhuma que eu não releve, não mataste ninguém e mesmo assim se fosse um político, eu perdoava!!!!

 

Diz qualquer coisa, o telemóvel é o mesmo, a casa também, eu estou diferente e tenho mais um neto e menos um emprego, lolllll

 

Pelo menos telefona, contas o que te apetecer, nada mais!

 

Sempre fomos muito amigos, cúmplices e coniventes, por isso, não tens nada a temer!

 

 

 

 

Beijo

 

Luar

 

 

PS: Lembro-me muitas vezes de umas garrafas de Whisky que trocamos por chá e o ar verde quando nos ofereceram uma (sorte a nossa, era das boas) mas alguém as deve ter bebido, não sei quem, mas gostava de ter visto!!!!!

 

 

 

 

:
Bichanado por: Luar às 18:48
link do post | Miar ou Rosnar: | ver comentários (3) | favorito
| | partilhar
Quarta-feira, 23 de Outubro de 2013

Cruz Credo!!!!

Tenho estado a reler o blogue e encontrei cada erro que até fiquei gelada{#emotions_dlg.ice}, e fui eu que os escrevi....

 

Esta mania que tinha/tenho de escrever directamente o que me vem à cabeça sem reler e sem{#emotions_dlg.meeting} corrigir nada. Peço desculpa pelos ditos mas enfim já estão feitos.

 

Prometo que se voltar a escrever, terei mais cuidado! {#emotions_dlg.blushed}

 

Também reparei que desapareceram fotos e se desformataram textos, mas isso deve ter sido da mudança de plataforma do Sapo...

 

 

 

Foto: retirada da net.

 

 

 

 

 

Luar

:
Bichanado por: Luar às 15:07
link do post | Miar ou Rosnar: | ver comentários (2) | favorito
| | partilhar
Sábado, 3 de Agosto de 2013

A casa

 

Foto: José Cadaveira

 

 

 

 

Levei-te pela mão através do emaranhado de arbustos, silvas e mato!

 

Por um caminho que já não era caminho!

 

Seguias-me em silêncio, mas não totalmente descansado.

 

As silvas prendiam-se no meu vestido leve e por vezes faziam-me pequenos cortes na carne, mas eu seguia indiferente a tudo aquilo.

 

Embora o dia estivesse muito quente ali quase não entrava o sol!

 

Tu sentias um certo desconforto, mas não sabias se seria da semi-sombra ou do meu silêncio!

 

Andámos durante cerca de meia hora, sempre em silêncio...

 

Lá bem ao fundo começava a ver-se o sol, notava-se o brilho e até se começava a ouvir o canto dos pássaros!

 

Finalmente uma clareira e ela lá estava!

 

Imponente como sempre fora, altiva, com aquele ar meio ameaçador meio romântico!

 

Nem mesmo o passar do tempo, o abandono, a ruína, a desgraça ou o caos lhe tiraram a imponência!

 

Quando se tem, tem-se!

 

Seja gente ou não!

 

E a Casa lá estava, tal como me lembrava em criança.

 

As janelas mantinham quase todos os vidros e as portas muito velhas ainda lá estavam.

 

Sempre metera respeito, respeito e medo!

 

Talvez por isso nunca fora vandalizada, o medo impõe respeito!

 

Por vezes é triste pensar que é assim, mas por outro lado ainda bem que assim é.

 

Não iria suportar vê-la vandalizada, bestializada, por quem nunca a entendera, por quem não lhe entendera a “alma”!

 

Sim pois para mim as casa têm “alma” têm estória, segredos, guardam sonhos e pesadelos de vidas inteiras...

 

Entramos, parei no hall, o chão de mármore em losangos pretos e brancos, alguns rachados, a alta escadaria com o corrimão de latão, que me recordo ser limpo com “solarina”,  produto que nem sei se ainda existe...

 

Os tectos com um pé direito enorme, com o gancho de onde pendia um enorme lustre que descia para ser limpo, segundo me lembro, no meu tempo já tinha uma roldana no sótão, mas não sei se terá sido sempre assim!

 

As marcas dos quadros ainda se notavam nas paredes, o relógio de pé Inglês que tinha a lua de um lado e o Sol do outro, ficava do lado esquerdo ao lado da porta da sala de jantar!

 

Se fechasse os olhos ainda o conseguia ouvir...

 

Na sala de jantar consigo "ver" o sideboard, a longa mesa de pés de talha com o tampo de granito polido com uma ponta partida, o espelho de talha dourada,a carpete oriental negra e beije, o lustre com alguns cristais coloridos....

 

As empregadas com fardas negras de setim, "crista" e colarinho (com goma) avental de renda branca engomado e luvas brancas, sapato de verniz preto de salto raso. Isto nos jantares de festa, de resto as fardas até que tinham cores alegres!

 

Fui até à escada que dava para a cozinha e zona dos empregados!

 

O velho fogão a lenha ainda lá estava, já quase não se usava no meu tempo de criança, mas nunca fora deitado fora.

 

Perto dele estava aquela coisa que nunca soube o nome mas que aquecia a água para todos os aquecimentos da casa. Esses aquecimentos eram uns aparelhos em metal com uma "rodinha" e que se encontravam espalhados pelas divisões da casa. Como eram feiosos foram disfarsados, lembro-me de uns terem uma pedra mármore e tranças de veludo até ao chão outros pareciam armários...

 

Os grandes lava louças de mármore, os armários de madeira enormes com portas de vidro, madeira, rede.

 

As enormes bancas corridas. Agora, embora a cozinha fosse grande, não me parecia tão grande!


 
A despensa,  que estava sempre cheia de coisas boas....

 

Dentro da chaminé ainda se via o ferro onde se pendurava o “fumeiro”.

 

O gato sentado ao lado, sim o gato podia entrar na cozinha!

 

As portas de madeira que um dia foram brancas abriam-se agora, fora dos gonzos deixando ver uns campos que outrora foram culturas e do lado direito os canis, agora vazios, abandonados.

 

Do lado esquerdo o jardim sem relva as escadas para o grande tanque que fora transformado numa piscina, vejo a fonte com o peixe que um dia deitou água e ainda se podem ver nas paredes os azulejos azuis que brancos que forravam parte delas.

 

Recordo-me dos buxos bem aparados para onde eu me divertia a saltar... Para desespero do pobre jardineiro!

 

Mais uma vez, fecho os olhos e ouço o meu riso, os passos, sinto os cheiros...

 

E estou nisto quando oiço um:


 
- Aiiii, tás a magoar-me!!!!!

 

Olho para trás e vejo-te, estás com ar meio dorido meio assustado, esquecera-me completamente de ti!

 

- Desculpa mas perdi-me completamente no passado! Não te queria apertar a mão com força e muito menos espetar-te as unhas...

 

- Olha, vamos ao meu antigo quarto!

 

Mais uma vez nem o deixo responder, agarro nele e subo as escadas a correr!

 

Chegados ao hall, digo-lhe!

 

- Sobe, continua a subir o meu quarto era na mansarda!

 

E fujo-lhe.

 

Ele aflito grita-me:

 

- Vai devagar a casa é velha, pode estar podre ainda te magoas, aliás, ainda morremos aqui os dois!

 

Eu entre gargalhadas grito-lhe!

 

- Esta casa NUNCA ME FARÁ MAL, nunca! E NEM A TI pois estás COMIGO e ELA SABE que EU GOSTO DE TI!

 

E subimos até eu parar numa porta é o meu quarto.

 

Ali estava a minha pequena cama, no canto a senhorinha de cor verde, odeio verde, o pequeno toucador ficava perto da janela, o espelho era preso na parede, ainda lá está, já quase sem o espelhado.

 

Páro em frente a ele, fico mais em “negro” do que em "espelho"!

 

As lágrimas começam teimosamente a querer saltar, aquele espelho é em parte a minha vida!

 

Ele chega por detrás de mim e pára a olhar por de cima da minha cabeça!

 

A imagem do rosto dele é completamente nítida no espelho velho!

 

Ele diz:

 

- Anda cá, não vês que o espelho é maior do que aquilo que a tua vista alcança?!


 
E com ternura pega em mim e fazemos amor no meio de todo aquele pó que até aqui era o meu pó, o meu passado e a partir de agora passa a ser o nosso pó o nosso futuro o nosso destino.

 


E mais uma vez a casa acolheu-me, abraçou-me e amou a quem eu gosto!

 

 

 

 

 

Bichanado por: Luar às 12:33
link do post | Miar ou Rosnar: | ver comentários (4) | favorito
| | partilhar
Domingo, 6 de Maio de 2012

Dia da Mãe

foto: retirada da net

 

 

 

Dia da Mãe é dia 8 de Dezembro, Dia de Nossa Senhora da Conceição, mas as modernices mudaram-no, faz anos, para o 1º Domingo de Maio, sendo de qualquer modo é Dia da Mãe.

 

Dia de Mães e Filhos estarem juntos, de se sentirem mais próximos ainda, pois Dia da Mãe é todos os dias.

 

Liguei para minha filha que vive longe, 200km sem carro é longe, com os 2 desempregados, embora com carro é complicado vir a Lx., atendeu-me a minha neta que me desejou um bom dia da Mãe e perguntou pelo Dia dos Avós, sei que existe mas não sei quando é... Falei mais tarde com a minha filha e fizemos o costume, ver quem dizia 1º, conversámos sobres vários assuntos e desligamos.

 

De repente, não sei vindo de onde invadiu-me uma tristeza, uma solidão, abriu-se-me um buraco no coração; saudades dela, dos meus netos, vontade de os ter por perto a fazer barulho a animar a casa que está silenciosa, pois até os gatos dormem, agradados por este raro dia de sol...

 

Lembrei-me de quando ela era pequena, das surpresas e prendas que me dava, dos seus passinhos pela casa, hoje já ela é Mãe e tem as suas prendas e aquele barulho que só as crianças sabem fazer quando correm pela casa. O tempo passa num instante e de filha, apenas, ela já é Mãe de uma menina de 9 anos e um menino de 5 meses, parece que ainda ontem a envolvia nos meus braços onde cabia todinha, tipo ninho...

 

Liguei novamente e pedi-lhe entre lágrimas que viessem um FDS, eu pago a gasolina e as portagens, mas que viessem pois eu "morro" de saudades, ela ficou aflita, coitada, pelo meu estado e porque sabe que os € não abundam por estes lados, terei sido egoísta em preocupá-la?

 

O meu Dia da Mãe vai se passando, com saudades que nenhuma tecnologia do mundo ajuda a tirar, eu sei que é apenas mais uma data de calendário, mas esta hoje, doeu, doeu muito cá dentro.

 

Um beijo e um feliz dia da Mãe para a minha filha e para todas as Mães, mas principalmente para aquelas que como eu, ou por outros motivos não puderam passar o dia com os seus!

 

 

 

 

 

Luar (A Lua de ontem foi dedicada a nós, as Mães)

 

 

:
Bichanado por: Luar às 14:44
link do post | Miar ou Rosnar: | favorito
| | partilhar
Terça-feira, 7 de Fevereiro de 2012

Novidades...

Imagem: retirada da net

 

 

 

 

Ora muito bem, novidades não há! Não tenho escrito pois estou do mais negativo possível,nem o cabelo ruivo e os "olhos verdes", me safam de tamanha negatividade...

 

Só me apetece insultar os nossos Governantes, que continuam a viver opiparamente, sem olhar para os lados enquanto cagam postas de pescada nº1, tal é a trafulhice e basbaquice que dizem...

 

Vontade eu tenho de pegar numa arma e entrar pela AR, largar a granada e dar uns tirinhos, esperar depois que um agente d'autoridade me metesse um balázio nos cornos o que me iria facilitar muito a vida! Já pedi a um, mas ele recusou-se, afinal pago impostos para quê?! Era só um tirinho.....

 

A Petição da Fibromialgia lá foi finalmente ao Parlamento, mas o Coelho, acha que não é oportuno...Se lhe doessem as "orelhas" como me dói a mim todo o corpo, mudaria de ideia! Mas gostei de ouvir os Deputados, pelo menos já não temos fama de locas... Agora eu sem trabalho vou tentar a reforma, claro que não ma vão dar.... E aí eu mato-me mas que fique esclarecido que os culpados foram os Políticos, pois entre eles reformam-se com 10 anos de casa, quarenta e poucos anos, continuam a trabalhar e com mais de €2000 de reforma !

 

Trabalhar eu quero, mas tem se ser num País Tropical, pois no Inverno mal me mexo, eu tomo conta de Senhoras, de casas, posso ser Assistente de algum Produtor, ser Secretária, manicura é que não tenho jeito..., RP de Restaurante, Boutique, babá de gatos, etc, mas nos trópicos!

 

E pronto como nada disto acontece, vou fazendo umas T-Shirts, pintando uns prados de vidro e mais umas coisas, pode ser que o Mundo pare por um milionésimo segundo e eu caia dele abaixo..... Que a vaca finalmente deixe de voar e me acerte, etc....

 

 

 

 

Luar  (animadíssima como podem ver)

 

 

 

 

Ps: Psst Quanto àquela frase que que muito avisa e diz que se vai matar nunca o faz, não se acreditem, olhem que ela está errada! Só vos garanto duas coisas, não vou saltar para o comboio nem da janela pois azarada como sou, partia-me toda e ficava cá!!!! Não deixam doar orgãos em Vida, tá mal!!

Não quero flores nem choro quero música, praia e alegria, quem me conhece sabe que nunca gostei muito de cá andar......

 

 

Bichanado por: Luar às 15:36
link do post | Miar ou Rosnar: | ver comentários (1) | favorito
| | partilhar

*tradutor / translater

Pode ser uma praia de águas turquesas peixes coloridos e luares românticos ou uma praia rochosa com altas escarpas, água cor de chumbo e céus rasgados pelos ventos e pelos raios.....

Se vieres na positiva (triste ou alegre), entra, descalça-te sente os cheiros e conversa! Se vens na negativa (mau ou mesquinho), nem te descalces que me sujas a areia....

Partido Pelos Animais

*Bisbilhutar:

 

*Posts recentes

* Falta de profissionalismo

* Vários tipos de Amigas

* O que nunca te disse!

* São apenas objectos...

* O máximo!!!

* Rena Doida

* Cruz Credo!!!!

* A casa

* Dia da Mãe

* Novidades...

*arquivos

* Novembro 2015

* Outubro 2015

* Outubro 2014

* Abril 2014

* Outubro 2013

* Agosto 2013

* Maio 2012

* Fevereiro 2012

* Janeiro 2012

* Novembro 2011

* Maio 2011

* Abril 2011

* Fevereiro 2011

* Janeiro 2011

* Dezembro 2010

* Novembro 2010

* Outubro 2010

* Setembro 2010

* Junho 2010

* Maio 2010

* Abril 2010

* Março 2010

* Fevereiro 2010

* Janeiro 2010

* Dezembro 2009

* Novembro 2009

* Setembro 2009

* Julho 2009

* Maio 2009

* Abril 2009

* Março 2009

* Fevereiro 2009

* Janeiro 2009

* Dezembro 2008

* Novembro 2008

* Outubro 2008

* Setembro 2008

* Agosto 2008

* Julho 2008

* Junho 2008

* Maio 2008

* Abril 2008

* Março 2008

* Fevereiro 2008

* Janeiro 2008

* Dezembro 2007

* Novembro 2007

* Outubro 2007

* Setembro 2007

* Agosto 2007

* Julho 2007

* Junho 2007

* Maio 2007

* Abril 2007

* Março 2007

* Fevereiro 2007

* Janeiro 2007

* Dezembro 2006

* Novembro 2006

* Outubro 2006

* Setembro 2006

* Agosto 2006

* Julho 2006

* Junho 2006

* Maio 2006

* Abril 2006

* Março 2006

* Fevereiro 2006

* Janeiro 2006

* Dezembro 2005

* Novembro 2005

* Outubro 2005

* Setembro 2005

* Agosto 2005

* Julho 2005

* Junho 2005

* Maio 2005

* Abril 2005

* Março 2005

* Fevereiro 2005

* Janeiro 2005

* Dezembro 2004

* Novembro 2004

*tags

* todas as tags

*links

View a_Luar's profile on slideshare
Partido Pelos Animais
flashvars="r=2&appId=1eeef5cd-d72f-487a-a611-ebff4263be90" >

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

                                                                               

blogs SAPO

*subscrever feeds