Domingo, 30 de Março de 2008

Um Amigo

Na passada 6ª feira um colega meu estava triste, diferente da maneira animada com que costuma andar, nem "rezingão" estava ...

 

Quando digo "rezingão" é que ele "ferve em pouca água," tal como eu!!

 

Morreu-lhe a cadela, animal que já tinha há muitos anos e era um membro da família.

 

Quando digo membro da família é isso mesmo que quero dizer. Os animais são os nossos melhores amigos, sempre têm um gesto carinhoso quando estamos tristes, nunca se zangam connosco mesmo que os insultemos, sejamos um pouco mais bruscos ou lhes façamos coisas parvas...

 

 "Ok, ok, se isto te faz feliz eu ando de bicicleta..."

 

 

Eu tenho adoração por gatos e já chorei muito pela morte deles.

 

 

 

Levamos para casa um "bebé" que é apenas uma bola de pelo com olhinhos e uma bitácula luzidia, correm por todo o lado e até que fazem uns quantos estragos mas... quem não faz?!

 

 

 "Lá vem berraria..."

 

 

São eles que nos esperam na porta de casa, que nos saltam para cima com uma alegria como se já não nos vissem há mais de 1 mês.

 

São eles que tentam (alguns vão mesmo) subir para a nossa cama e de preferência deitarem-se bem em cima dos nossos pés ou até dentro dos lençóis com direito a almofada  e tudo...

 

É neles que passamos a mão e sentimos um calor amigo, é com eles que nós contamos toda uma vida até como diz a frase: "Até que a morte nos separe".

 

No caso do cão é por eles que por vezes nos levantamos da cama, mesmo quando o que apetece é tapar a cabeça, é por eles que nós saímos quando nem nos apetece ver a luz do dia ou quanto chove forte batida a vento...

 

 "Estou pronto, esperas por quê para me levar a passear?!"

 

 

Quando um dia eles partem fica sempre a faltar-nos alguma coisa, é mais um bocadinho de nós que se vai.

 

Olho para trás e lembro-me dos bons momentos que passei com os meus gatos, a minha D. Carlota que já tinha 16 anos mas continuava uma gata Persa linda e cheia de pêlo.

 

Quando entramos em casa por vezes esquecemo-nos e admiramo-nos por o nosso amigo não nos ter vindo esperar.

 

Mas como tudo na vida tem um fim os nossos animais também. Ficam-nos as lembranças e a tranquilidade de saber que fomos tão deles como eles nossos....

 

Foram as brincadeiras com os nossos filhos ou netos, as vezes que gritámos:

 

- "Raio do bicho que só faz disparates..."

 

Ok, também barafustamos com os nossos filhos e não é por isso que não gostamos deles...

 

Mas em nome de tudo o que passámos de bom e de mau lembramo-nos que tivemos sempre um amigo.

 

 Vê-se pobres desgraçados que não têm para comer mas a seu lado o está um cão  tão magro como o dono ele está ali para juntos enfrentarem tudo e todos, não nos viram as costas na mínima contrariedade.  Durante a noite aquecem-se um ao outro partilham tudo.

 

Os animais são grandes companheiros e dão tudo sem nada exigir.

 

Acho que deve haver um "céu" para os animais e imagino a confusão que por lá vai, não por não se darem uns com os outros, pois isso é coisa de Homem, mas pelos novelos de lã espalhados os ossos enterrados nas nuvens...

 

 Boa, agora com asas é que vai ser curtido!!!

 

 

Se por um acaso houver alguém tipo São Pedro, até vejo a chinelita de quarto andar numa rebaldaria de nuvem em nuvem ....

 

 

Dedico este artigo: Para todos os amigos que já tivemos e partiram

 

 

 

 

 

Luar

 

 

 

 

 

Ps : Os cães não são maus, os donos é que os podem fazer ficar....

 

Até existem certos cães (cadelas) que adoram ferrar o dentinho no dono mas mesmo assim é sempre o nosso companheiro e muitas vezes o responsável por grandes gargalhadas que damos....

 

 

 

 

 Todas estas imagens foram tiradas da net

Bichanado por: Luar às 02:13
link do post | Miar ou Rosnar: | favorito
| | partilhar
4 comentários:
De RenaDoida a 1 de Abril de 2008 às 00:28
O reverso da medalha : Guillermo Vargas Habacuc, um suposto artista, colheu um cão abandonado de rua, atou-o a uma corda curtíssima na parede de uma galeria de arte e ali o deixou, a morrer lentamente de fome e sede.
Durante vários dias, tanto o autor de semelhante crueldade, como os visitantes da galeria de arte presenciaram impassíveis à agonia do pobre animal.
Até que finalmente morreu de inanição, seguramente depois de ter passado por um doloroso, absurdo e incompreensível calvário.

Pois isso não é tudo: a prestigiosa Bienal Centroamericana de Arte decidiu, incompreensivelmente, que a selvajaria que acabava de ser cometida por tal sujeito era arte, e deste modo tão incompreensível Guillermo Vargas Habacuc foi convidado a repetir a sua cruel acção na dita Bienal em 2008.
Facto que podemos tentar impedir, colaborando com a assinatura nesta petição :
http://www.petitiononline.com/13031953/petition.html

De Luar a 1 de Abril de 2008 às 10:47
Eu sei disso e na altura assinei a dita petição. Mas embora o "artista" fosse uma besta quem autorizou tal coisa é maior besta ainda.
Se a exposição fosse cá eu garanto que o cão não ficava lá, nem que eu fosse presa!
De Ribatejana a 14 de Abril de 2008 às 03:42
Pois, costuma dizer-se e eu assino em baixo: quanto mais conheço os homens mais gosto dos animais. Eles são verdadeiros amigos, fieis, devotos e estão sempre lá para nós. Geralmente mais até do que nós para eles. beijinhos
De Luar a 17 de Abril de 2008 às 21:14
Só demonstra que somos 2 Mulheres com bom gosto e que acreditamos no bem!!

Comentar post

*tradutor / translater

Pode ser uma praia de águas turquesas peixes coloridos e luares românticos ou uma praia rochosa com altas escarpas, água cor de chumbo e céus rasgados pelos ventos e pelos raios.....

Se vieres na positiva (triste ou alegre), entra, descalça-te sente os cheiros e conversa! Se vens na negativa (mau ou mesquinho), nem te descalces que me sujas a areia....

Partido Pelos Animais

*Bisbilhutar:

 

*Posts recentes

* Falta de profissionalismo

* Vários tipos de Amigas

* O que nunca te disse!

* São apenas objectos...

* O máximo!!!

* Rena Doida

* Cruz Credo!!!!

* A casa

* Dia da Mãe

* Novidades...

*arquivos

* Novembro 2015

* Outubro 2015

* Outubro 2014

* Abril 2014

* Outubro 2013

* Agosto 2013

* Maio 2012

* Fevereiro 2012

* Janeiro 2012

* Novembro 2011

* Maio 2011

* Abril 2011

* Fevereiro 2011

* Janeiro 2011

* Dezembro 2010

* Novembro 2010

* Outubro 2010

* Setembro 2010

* Junho 2010

* Maio 2010

* Abril 2010

* Março 2010

* Fevereiro 2010

* Janeiro 2010

* Dezembro 2009

* Novembro 2009

* Setembro 2009

* Julho 2009

* Maio 2009

* Abril 2009

* Março 2009

* Fevereiro 2009

* Janeiro 2009

* Dezembro 2008

* Novembro 2008

* Outubro 2008

* Setembro 2008

* Agosto 2008

* Julho 2008

* Junho 2008

* Maio 2008

* Abril 2008

* Março 2008

* Fevereiro 2008

* Janeiro 2008

* Dezembro 2007

* Novembro 2007

* Outubro 2007

* Setembro 2007

* Agosto 2007

* Julho 2007

* Junho 2007

* Maio 2007

* Abril 2007

* Março 2007

* Fevereiro 2007

* Janeiro 2007

* Dezembro 2006

* Novembro 2006

* Outubro 2006

* Setembro 2006

* Agosto 2006

* Julho 2006

* Junho 2006

* Maio 2006

* Abril 2006

* Março 2006

* Fevereiro 2006

* Janeiro 2006

* Dezembro 2005

* Novembro 2005

* Outubro 2005

* Setembro 2005

* Agosto 2005

* Julho 2005

* Junho 2005

* Maio 2005

* Abril 2005

* Março 2005

* Fevereiro 2005

* Janeiro 2005

* Dezembro 2004

* Novembro 2004

*tags

* todas as tags

*links

View a_Luar's profile on slideshare
Partido Pelos Animais
flashvars="r=2&appId=1eeef5cd-d72f-487a-a611-ebff4263be90" >

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

                                                                               

blogs SAPO

*subscrever feeds