De tron a 2 de Fevereiro de 2010 às 18:17
Os meus pêsames minha amiga, mas como disseram há uns anos os amigos dum inglês de origem indiana e persa "Não apenas tu, só os bons morrem novos" (tradução meio livre) e uns anos antes este mesmo inglês de seu nome Farroohk Bulsara disse numa das suas músicas "Mas uma coisa é certa, Quando olho e percebo Eu ainda te amo".
A música donde extraí este verso é These are the days of our lives dos Queen e o video está no meu blog e há várias traduções no youtube.
E amiga se o teu cunhado só tinha o coração a funcionar e o cerbero já mal funcionava, pensa que ele deixou de sofrer, em Setembro faz 3 anos que perdi a minha avó ao fim de alguns meses de agonia lenta e foi dificil ver, e como sabes sou utente do IPO-Lx e vejo lá luta, sofrimento, vitória e derrota e vejo alguns casos que as vezes mais vale acabar para a alma descansar.
Beijos
De Luar a 5 de Fevereiro de 2010 às 12:36
Tron , concordo plenamente, acho que deixar alguém sofrer inutilmente é quase um crime, é como se estivessem a ser castigados por alguma coisa de errado que fizera, enquanto apenas tiveram a pouca sorte de ser apanhados pelas rodas de alguma doença implacável e que lhes vai sugando a vida muito lentamente....
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.