Quinta-feira, 10 de Fevereiro de 2011

O OPART

 

Foto: retirada da net

 

 

 

Bem, lá anda o OPART novamente ao sabor dos ventos e das marés...

 

Aquela casa, o TNSC, nuca mais se endireita!!

 

Ainda me lembra, já lá vão muitos anos, quando alguém me disse numa das muitas mudanças de Administração:

 

- Bem, isto piorar, não pode!!

 

Ao que eu respondi:

 

_Ai, pode, pode e vai piorar e muito... (Corriam os finais dos anos 90....)

 

E como piorou, para mim então... Até de "funções me mudaram"!! Tiram as pessoas daquilo que realmente sabem fazer para aquilo que não sabem e depois vão inventando lugares....

 

Se voltar a juntar a CNB com o TNSC já foi a desgraça que foi, sim pois duas entidades com funcionamentos diferentes, horários diferentes, vencimentos diferentes, etc é muito difícil de as colocar em "um só". Agora a ideia brilhante de juntar mais os dois Teatros...

 

Não pensem que digo isto com gozo ou prazer, pois é com o maior dos desgostos que assisti ao cair daquilo que foi um dia uma GRANDE CASA...

 

Foi de tal maneira que preferi sair mesmo sabendo que nunca mais irei arranjar outro emprego, a ter de trabalhar num locar onde não nos dão valor, substituíram-nos por várias de 20, tal como fazem os maridos mais velhos...(risos), retiraram-nos o trabalho e ainda por cima sabemos que não nos querem lá!

 

O não saber dar valor ao trabalho das pessoas é o mais normal hoje em dia, e naquela casa foi o que aconteceu, nem sabiam o que se tinha feito, eu e outros!

 

Não consigo ir assistir a um concerto, custa-me ir visitar os meu colegas, evito ir ao Chiado, aliás acho que já lá não vou quase há 1 ano.....

 

Tenho saudades enormes da Orquestra e de alguns colegas, saudades monstruosas do tempo em que fazia aquilo que gostava e trabalhava muito mas era com prazer, saudades enormes do tempo em que os Directores nos tratavam como gente e não como meros números....

 

Olha para o que me havia de dar?!

 

 

 

 

Luar

 

 

 

 

 

Nem de propósito:

 

http://www.publico.pt/Cultura/nova-demissao-no-opart-complica-ida-de-canavilhas-a-ar_1479754

: triste, nostalgica
Bichanado por: Luar às 15:36
link do post | Miar ou Rosnar: | favorito
partilhar
Sábado, 31 de Maio de 2008

Tempos que já lá vão.

 

 

 

 

 

Não sou nenhuma Velha Carcaça mas lembro-me muito bem de muitos conselhos e normas que a minha mãe me ensinou.

 

Muitos (as) delas passei a minha filha tal como as minhas irmãs fizeram com os delas.

 

Por exemplo:

 

À mesa:  Limpar a boca , no guardanapo, antes de beber.

 

Colocar o guardanapo no colo e não me encolher quando em certos Restaurantes o empregado de mesa se debruça sobre nós para ser ele a colocá-lo.

 

Comer com os talheres certos e de preferência não gesticular com eles na mão.

 

No caso de ter se sair da mesa antes de todos, o que não convinha nada..., pedir autorização à anfitriã ou à pessoa de maior respeito/importância na dita.

 

E muitas outras coisas que não faziam mal nenhum e era educado.

 

Nas conversas dos adultos:

 

Nunca, mas nunca, dizer:

 

- Não foi nada assim mãe, a mãe disse é que não lhe apetecia atender a fulaninha...

 

Aqui era o desastre, o terramoto. Ela só dizia com um sorriso amarelo e uns olhos verdes raiados :

 

- Batatinha a mãe não disse nada disso está enganada... Além do mais já lhe disse que não se interrompem os mais velhos quando falam!!!!!

 

Aqui surgia a dúvida cruel!

 

Afinal podia-se mentir? Então mentir não era uma coisa muito feia e que NUNCA  se fazia?!

 

Na rua:

 

Uma menina/senhora NÃO fuma na rua, isso não é atitude de uma mulher educada.

 

Ai mãezinha que já cá não estas para ver o Mulherio... Olha a decadência...

 

Não se lê o que está escrito nas paredes, é falta de educação!

 

Hehehhe agora mãezinha já quase não existem paredes sem leitura....

 

Quando vinha um comentário menos próprio de algum homem menos educado e abelhudo ela dizia:

 

Continue... Mulher honesta não tem ouvidos....

 

Se o comentário era um galanteio devia-se sorrir castamente, tá claro, e agradecer.

 

Experimentem a graça hoje em dia e o galanteador já não vos larga a peúga....

 

A maior das pragas!!!

 

Quem chega cumprimenta, tá claro excepto quando se é criancinha....

 

Prainha em Sesimbra anos do sei lá eu o quê. Fileiras de toldos todos reservados para amigos, primos, cunhados, etc, mais de 50 pessoas em dias bons!!!

 

Cada alminha que chegava á praia lá ia a Batatinha, a Isabelinha e outros quantos desgraçados beijocar, alias ser beijocado e apertado, pelos recém-chegados.

 

Raio de gente que nunca chegavam todos ao mesmo tempo...

 

Mas havia uma coisa que eu adorava!

 

As aulas de ginástica que a mãe de uma querida amiga dava na praia. Era ver a malta toda aos pulos, a girar a cintura, um must...

 

Passear e desarrumar todas as algas que os desgraçados pescadores tinham andado a juntar...

 

Atirar vinagreiras uns aos outros....

 

As ídas para a Lagoa de Albufeira, em que ainda se tinha de ir de tractor.... Lolll

 

E as mesmas alminhas do costume lá iam com empregadas, mesas de jogo, whisky, sei lá que mais... Um dia num salto do tractor a Micas que vinha sentada em cima da mesa de jogo foi parar á areia sentadinha ela e a mesa....

 

Até nos passeio de traineira para passar o dia no (saudoso) Calhau da Cova ou Mijona, eles levavam as mesas de jogo e era batotice até o sol se pôr, enquanto nós mergulhávamos nas águas de um ázul profundo sempre a tentar não acertar nas alforrecas....

 

Mas no fundo tudo aquilo era divertido e claro que fazíamos asneiras...

 

Como por exemplo eu e a minha amiga Isabel a bater com o carro do pai dela numa das palmeiras da alameda de casa dela...

 

O "perdermo-nos" numa pedreira e berrar tanto, tanto que quase ficamos roucas...E afinal eles estavam mesmo ali ao pé.

 

Vir da Arrábida de boleia de traineira... E do porto de pesca até ao largo do Toní , ok, Bombaldes, na camioneta do peixe e para terminar nada melhor que voltar para Santana no carro do lixo....

 

Andar todo o dia pelos pinhais e subir ao morro da Cotovia. Subir até ao Castelo de Sesimbra mas pela encosta no meio do mato.

 

A minha mãe tinha um sino grande que quando nos queria chamar, a mim e aos meus sobrinhos, puxava por uma corrente e aquilo até parecia a chamada para a Missa....

 

Ver os pirilampos, dezenas de pirilampos....

 

As Quermesses para ajudar os Bombeiros: Lol que recordação!

 

Os nossos pais e tios e primos cantava, dançavam, vestiam-se de saloios para interpretar bem a peça. e nós desgraçadinhas a cantar o  Ob-La-Di,_Ob-La-Da">Ob-La-Di, Ob-La-Da  , versão "almeidas da Câmara"...que vergonha!!!!!

 

 

Luar numa de recordações....

 

 

 

 

 

 

 

 

:
Bichanado por: Luar às 00:13
link do post | Miar ou Rosnar: | ver comentários (3) | favorito
partilhar

*Bisbilhutar:

 

*Posts recentes

* O OPART

* Tempos que já lá vão.

*arquivos

* Novembro 2015

* Outubro 2015

* Outubro 2014

* Abril 2014

* Outubro 2013

* Agosto 2013

* Maio 2012

* Fevereiro 2012

* Janeiro 2012

* Novembro 2011

* Maio 2011

* Abril 2011

* Fevereiro 2011

* Janeiro 2011

* Dezembro 2010

* Novembro 2010

* Outubro 2010

* Setembro 2010

* Junho 2010

* Maio 2010

* Abril 2010

* Março 2010

* Fevereiro 2010

* Janeiro 2010

* Dezembro 2009

* Novembro 2009

* Setembro 2009

* Julho 2009

* Maio 2009

* Abril 2009

* Março 2009

* Fevereiro 2009

* Janeiro 2009

* Dezembro 2008

* Novembro 2008

* Outubro 2008

* Setembro 2008

* Agosto 2008

* Julho 2008

* Junho 2008

* Maio 2008

* Abril 2008

* Março 2008

* Fevereiro 2008

* Janeiro 2008

* Dezembro 2007

* Novembro 2007

* Outubro 2007

* Setembro 2007

* Agosto 2007

* Julho 2007

* Junho 2007

* Maio 2007

* Abril 2007

* Março 2007

* Fevereiro 2007

* Janeiro 2007

* Dezembro 2006

* Novembro 2006

* Outubro 2006

* Setembro 2006

* Agosto 2006

* Julho 2006

* Junho 2006

* Maio 2006

* Abril 2006

* Março 2006

* Fevereiro 2006

* Janeiro 2006

* Dezembro 2005

* Novembro 2005

* Outubro 2005

* Setembro 2005

* Agosto 2005

* Julho 2005

* Junho 2005

* Maio 2005

* Abril 2005

* Março 2005

* Fevereiro 2005

* Janeiro 2005

* Dezembro 2004

* Novembro 2004

*tags

* todas as tags

*links

flashvars="r=2&appId=1eeef5cd-d72f-487a-a611-ebff4263be90" >
blogs SAPO

*subscrever feeds